sexta-feira, 5 de abril de 2024

140ª Compra - RANI3

 Investimento do mês: Irani On

Adquiri 52 unidades a R$ 9,35 o exemplar. 



Proventos recebidos em fevereiro:



Composição da carteira:



Desempenho:



Pizza:



Evolução patrimonial:



Histórico de proventos recebidos e aporte (mensal):



Histórico de proventos recebidos e a receber (anual):



Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Findamos mais um doze avos do ano e cá estamos para mais uma atualização deste humilde projeto de investimentos.

Assim como janeiro, o desempenho de fevereiro não foi positivo: a performance ficou em -0,57% enquanto que o IBOV teve retorno de 0,99%. No ano sigo com -8,40%. 

Com relação aos proventos creditados na conta, recebi os tradicionais juros sobre capital do Bradesco e os rendimentos do fundo imobiliário Kilima. 

Mesmo com a queda na performance o patamar patrimonial manteve a cifra acima de R$ 32 mil (mais precisamente em R$ 32.566,99). 

No tocante ao racional da compra do mês, optei pela Irani frente ao meu projeto de alcançar mil ações RANI3. Com o resultado frustrante do quarto trimestre a força vendedora predominou, a cotação despencou e me posicionei na empresa alcançando o total de 559 ações (56% do objetivo). 

Recentemente ela anunciou o cancelamento de 2,65% das ações que havia recomprado e anunciou novo programa de recompra.



O novo programa estima recomprar até 10,6 milhões de ações (10% das ações em circulação ou 4% do total das ações). A recompra proporciona geração de valor ao acionista uma vez que serão menos ações em circulação para fracionar o lucro que segue evoluindo.

Por isso sempre que recebo proventos mais polpudos em um determinado mês, procuro direcionar o aporte do mês seguinte nas ações da Irani. 

Para esse mês era isso que gostaria de compartilhar com vocês.

Reforço o convite para me acompanharem no Instagram e YouTube.


https://www.instagram.com/investidormiserave/



Abraços efusivos, bons investimentos e até o próximo mês!

quarta-feira, 3 de abril de 2024

139ª Compra - EMAE4

 Investimento do mês: Emae PN

Adquiri 6 unidades a R$ 57,00 o exemplar.



Proventos recebidos em janeiro:



Composição da carteira:



Desempenho:



Pizza:



Evolução patrimonial:



Histórico de proventos e aporte (mensal):



Histórico de proventos recebidos e a receber (anual):



Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Findamos mais um doze avos do ano e cá estamos para mais uma atualização deste humilde projeto de investimentos.

E o ano não iniciou bem: desempenho de janeiro ficou em -7,93% enquanto o IBOV performou em -4,79%. Em relação ao patrimônio, fechei o primeiro mês do ano em R$ 32.471,45. 

No tocante ao recebimento de proventos, recebi R$ 171,64. Destaque para os juros sobre o capital do Bradesco que pagou R$ 96,92, Schulz R$ 31,63 e Transmissão Paulista R$ 20,33. Além disso recebi os tradicionais juros sobre capital mensais do Bradesco mais os rendimentos do fundo imobiliário Kilima (R$ 22,86). 

Em se tratando do racional da compra do mês, optei pelas ações da Emae frente o potencial de valorização da empresa com a privatização que ocorrerá agora em abril. Segundo o Infomoney, alguns interessados são a Âmbar (braço de energia do grupo J&F), a francesa EDF, a Auren Energia, a CPFL Energia e a chinesa CTG. 

A Secretaria da Fazenda do estado de São Paulo detém 97% das ações ordinárias e 39% do total de ações da Emae. O cronograma para a venda dessa participação se dará com a entrega das propostas pelos interessados no dia 15 de abril e a sessão pública para abertura dos envelopes ocorrerá no dia 19 na B3. 

E qual vai ser o preço que a Emae vai ser vendida? É esperado uma considerável valorização frente ao número de interessados mas independendo disso, ela segue interessante para ser sócio pois possui um retorno sobre o patrimônio de 13,8%, zero de dívidas e R$ 426 milhões em caixa. 

Caso o controlador opte por distribuir essa cifra, teríamos um dividendo de R$ 11,54 por ação. Acredito que todo esse valor não seria distribuído, mas parte dele sim. Vamos aguardar o desfecho do leilão nos próximos dias.

Para esse mês era isso que gostaria de compartilhar com vocês.

Reforço o convite para me acompanharem no Youtube e Instagram. 



https://www.instagram.com/investidormiserave/

Abraços efusivos, bons investimentos e até o próximo mês.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2024

138ª Compra - RANI3

 Investimento do mês: Irani Celulose ON

Adquiri 44 unidades a R$ 11 o exemplar.



Proventos recebidos em dezembro:



Composição da carteira:



Desempenho:



Pizza:



Evolução patrimonial:



Histórico de proventos recebidos e aporte (mensal):



Histórico de proventos recebidos e a receber (anual):



Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Findamos mais um ano e cá estamos para mais uma atualização deste humilde projeto de investimentos.

Fechamos o ano com uma rentabilidade de 7% no mês (IBOV entregou 5%). No ano a carteira teve performance de 23,67% e o IBOV 22%. Em termos financeiros, encerrei dezembro de 2022 com um patrimônio de R$ 25.132,12. Em 2023 encerrei com R$ 34.987,19 (diferença de R$ 9.855,07). 

Aportei em 2023 R$ 3.168,00 (R$ 264 x 12) e recebi R$ 1.850,84 de proventos. Os aportes e dividendos importaram em R$ 5.018,84. Descontado esse valor da diferença patrimonial de 2023 para 2022 (R$ 9.855,07) sobrou R$ 4.836,23 oriundo da valorização das ações.

Os rendimentos em relação ao aporte (1.850,84/3.168,00) representaram 58,42%. Em 2022 o percentual foi de 16,31% (recebi R$ 474,52 e aportei R$ 2.908,80). O ano de 2022 ainda repercutia os reflexos da pandemia com empresas preservando caixa e, consequentemente, fluxo de pagamento de proventos mais limitado. 



Para 2024 vou investir R$ 3.388,80 (282,40 x 12). Se o fluxo de proventos se mantiver, espero que os aportes e os reinvestimentos ultrapassem a cifra de R$ 5 mil. Em relação a evolução patrimonial, espero virar 2024 acima dos 40k, contudo é muita ousadia estipular uma cifra patrimonial investindo em renda variável.

O que está ao meu alcance é estipular determinada quantidade de ações a alcançar dentro do período. Sendo assim, a intenção é focar os aportes e reinvestimentos em Tupy, Ceb, Schulz e Irani. 

Falando em Irani, acabei direcionando o aporte nela frente ao objetivo de alcançar mil ações. Fechei o ano com 507 ações (50% do objetivo) e espero fechar 2024 com, no mínimo, 700 RANI3. Também estou considerando iniciar uma posição em caixa no Tesouro Selic, caso a bolsa se valorize muito. 

E sobre valorizar muito, há algum tempo tenho refletido sobre a nomenclatura do projeto e quão coerente e receptiva esta pode ser para quem não conhece o projeto. 


Em 2012 quando tive a ideia de criar o projeto, me inspirei no adjetivo "miserável" frente a minha capacidade de investimento ser uma das mais humildes de toda a blogsfera. Como eu deduzia que eu figuraria entre o último ou penúltimo lugar dos rankings de blogs financeiros, presumi que não haveria especificação melhor para batizar o projeto. 

Contudo, hoje "ostento" a cifra de quase 35k de patrimônio e isso soa incoerente com quem é miserável. Confesso que não sei se ainda existem rankings dos influencers que tornam públicos seus investimentos para checar a minha posição na lista, mas suponho que, depois de 12 anos nessa teimosia, eu não esteja mais nas últimas colocações. 

Portanto, nos próximos meses pretendo rebatizar o projeto com alcunha mais direcionada para valores alusivos a disciplina, paciência, cifras humildes e teimosia. Fico muito agradecido se tiverem alguma sugestão para batizar essa nova fase do projeto. 

Para esse mês era isso que gostaria de compartilhar com vocês.

Reforço o convite para me acompanharem no YouTube e Instagram:


https://www.instagram.com/investidormiserave/

Abraços efusivos, bons investimentos, abraços efusivos e um próspero 2024 para todos nós!