quinta-feira, 30 de abril de 2020

94ª Compra - BBDC3

Investimento do mês: Bradesco ON

Adquiri 143 unidades a R$ 18,62 o exemplar.
* Importante: montante adquirido com venda das VIVT3 + aporte mensal (20% do salário mínimo).

Proventos recebidos em abril:


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos (anual):


Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Mais um mês que finda e cá estamos nós novamente para mais uma atualização deste humilde projeto amador de investimentos.

O desempenho de abril deu uma amenizada na forte perda do mês de março. O percentual ficou em +4,48%. O mês de abril foi o primeiro mês do ano que tive resultado positivo. No tocante ao patrimônio, fechei o mês com R$ 13.773,47.

Quantos aos dividendos recebidos, recebi o tradicional provento mensal do Bradesco e juros sobre capital da Transmissão Paulista.

Neste mês tive uma movimentação relevante na carteira: aumentei consideravelmente a posição em Bradesco. Vendi a minha posição em VIVT3 (umas das poucas com lucro) e comprei mais ações do BBDC3.

Entendo que fiquei ainda mais concentrado em um ativo só, porém penso que a cotação está bem interessante e o fator bonificação também foi determinante para tomada da decisão. E pretendo seguir os aportes enquanto a cotação seguir abaixo dos R$ 25.

A ideia é seguir os aportes em Bradesco para alcançar 400 ações até o final do ano e 1.000 ações até 2026. A proposta é adquirir 100 ações por ano. E, se o banco mantiver a política de bonificar os acionistas em 10% em novas ações, o esforço tende a ser cada vez menor no decorrer dos anos:


Estou consciente de que estarei cada vez mais concentrado numa empresa só e que, considerando o pior cenário, a estratégia pode dar um prejuízo considerável. Mas, tentando materializar este pior cenário, acho pouco provável que o Bradesco perca sua fatia de mercado e não esteja entre os maiores players do mercado nos próximos anos. Mas seguirei alerta e se os balanços vierem ruins eu mudo a posição ou diminuo o peso.

Para este mês era isso que queria compartilhar com vocês.

Abraços efusivos, bons investimentos e até a próximo mês.

terça-feira, 31 de março de 2020

93ª Compra - BBDC3

Investimento do mês: Bradesco ON

Adquiri 9 unidades a R$ 24,00 o exemplar.

Proventos recebidos em março:


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos (anual):


Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Cá estamos nós para mais uma atualização deste humilde projeto amador de investimentos.

E como era de se esperar, a minha carteira despencou junto com a bolsa. Em janeiro flertei com os 19k e agora entro em abril de volta aos 12k. O desempenho ficou em -21,77%.

Acredito que este momento está sendo bem desafiante para quem nunca teve nenhum tipo de experiência com renda variável e entrou na bolsa recentemente. Para quem não está acostumado, é desconfortável ver o patrimônio desvalorizar dessa maneira.

Confesso que a minha aflição é não ter caixa suficiente para comprar as empresas nestas promoções. Claro, nada impede que essas cotações baixas fiquem ainda mais baixas, mas na minha humilde opinião os preços estão muito interessantes.

Para quem tem horizonte de longo prazo esses momentos são interessantes. Sei que parece meio insano investir no meio desse mar de notícias ruins, mas a história mostra que nunca se compra bolsa barata em momentos de euforia.

Para aproveitar essa oportunidade, optei por zerar a minha posição em VIVT3 (uma das únicas que está no lucro) para posicionar em Bradesco. Sim, sei que estou bem concentrado, todavia, assim que a cotação do banco recuperar o patamar acima dos R$ 30 pretendo diminuir a posição e alocar em uma empresa de outro setor.

E vocês? O que estão comprando?

Para este mês era isso que tinha para compartilhar com vocês.

Abraços efusivos, bons investimentos e até o próximo mês.


segunda-feira, 2 de março de 2020

92ª Compra - TRPL3

Investimento do mês: Transmissão Paulista ON

Adquiri 8 unidades a R$ 28,19 o exemplar.

Proventos recebidos em fevereiro:


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução Patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos (anual):

 

Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Viramos o mês, e como de costume, vamos para mais uma atualização deste humilde projeto amador de investimento.

E o mês de fevereiro foi sangrento: desempenho de -12,69%. Com esta pressão vendedora meu patrimônio voltou abaixo dos 17k e fechamos o mês com R$ 16.377,91.

No tocante aos proventos recebidos, o Bradesco agraciou os acionistas com mais uns centavos (0,06 por ação). E a Klabin também pagou umas unidades monetárias.

Estava com planos de fazer mais alguns aportes em Klabin e Transmissão Paulista mas essa queda generalizada mudou os planos. Sei que estou muito concentrado em Bradesco, mas o desconto, o anúncio da bonificação e a manutenção do valor do dividendo mensal me instigam a reforçar a posição.

Ainda não formei a opinião, mas possivelmente vai ser o destino do aporte do mês de março.

E vocês? Com esta queda violenta da bolsa, quais empresas estão em seus radares? O que estão comprando?

Abraços efusivos, bons investimentos e até o próximo mês!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

91ª Compra - TUPY3

Investimento do mês: Tupy ON

Adquiri 23 unidades a R$ 19,85 o exemplar. (A compra foi feita no mês de dezembro)

Proventos recebidos em janeiro:


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos (anual):


Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Cá estamos nós para mais uma atualização deste humilde projeto amador de investimentos.

Começamos 2020 queimando a largada. O desempenho em janeiro ficou em -1,48%. Cheguei a superar o patamar dos 19k durante o mês, todavia a pressão vendedora no final do mês foi mais forte. Mas ainda assim fechei o mês acima dos 18k.

Aproveitei o caixa reforçado pelo recorde de proventos recebidos em dezembro e comprei ações da TUPY3. O racional da decisão é que ela tem receita em dólar (que poderia oferecer algum tipo de proteção para a carteira) e também tem histórico interessante de pagamento de dividendos.

Fiz a compra no mês de dezembro e, para minha alegria (ou não), a cotação subiu bastante. O lado ruim é que ela não está mais tão interessante para novos aportes.

Outra ação que está nesta condição é a WEGE3. Peguei ela abaixo dos R$ 20 e agora está acima dos R$ 40. Queria aumentar a posição, porém a cotação nos patamares atuais desmotiva um novo aporte.

Sobre os proventos recebidos em janeiro, além dos trocados do Bradesco, a TRPL3 pagou juros sobre o capital.

Para este mês era isso que queria compartilhar com vocês.

Abraços efusivos, bons investimentos até até o próximo mês.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

90ª Compra - KLBN4

Investimento do mês: Klabin PN

Adquiri 61 unidades a R$ 3,50 o exemplar.

Proventos recebidos em dezembro (NOVO RECORDE):


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos (anual):


Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! 2019 encerrou e vamos para mais uma (atrasada) atualização deste humilde projeto amador de investimentos.

Trecho retirado da atualização de janeiro de 2019: "para o final do 2019 eu espero alcançar um patrimônio superior a 15k e superar o total de proventos recebidos em 2018. Dezembro do final deste ano veremos o que foi alcançado."

Apesar do desempenho ficar abaixo do IBOV, a carteira ficou com rentabilidade de 27% em 2019.
Resultado um pouco abaixo do esperado, porém se considerar que em janeiro de 2019 eu estava com expectativa de ultrapassar o patamar dos 15k de patrimônio e superar o montante de dividendos recebidos em 2018, me sinto satisfeito com o resultado no final de dezembro: o patrimônio encerrou acima de 18k e o total de dividendos recebidos dobrou na comparação com 2018.

Os proventos recebidos em outubro e dezembro contribuíram para a quebra de recorde deste patamar. Outro número que merece ser mencionado é que o valor recebido de proventos em dezembro superou o aporte mensal. Achei que isso demoraria mais algum tempo a acontecer mas, felizmente, ocorreu em 2019.

No tocante ao esperado para o final de 2020, considerando o momento de "gravidade para cima" da bolsa, imagino até o final de dezembro o patrimônio esteja superior a 25k. Quanto ao total de dividendos para 2020, penso que o valor alcançado em 2019 será superado.

 E quanto a quantidade de ações para cada empresa, fica ousado mensurar um número a alcançar pois as cotações oscilam todos os dias. Mas a tendência é que eu foque os aportes em Braskem e Klabin.

E vocês, quais as empresas que pretendem acumular no decorrer do ano?

Abraços efusivos, um promissor 2020 e até o próximo mês!

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

89ª Compra - TUPY3

Investimento do mês: Tupy ON

Adquiri 20 unidades a R$ 18,35 o exemplar.

Proventos recebidos em novembro:


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos (anual):


Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Viramos o mês e cá estamos nós para mais uma atualização deste humilde projeto amador de investimentos.

O mês de novembro teve uma boa rentabilidade: 2,84%. Parte dessa rentabilidade provém dos dividendos polpudos que o Bradesco distribuiu. Não titubeei e reinvesti o valor nas ações da Tupy ON.

O racional do investimento na Tupy é o yield atrativo e também, por ela ter boa parte da receita em dólar, o que proporciona alguma exposição da carteira na moeda internacional.

Os dividendos recebidos em novembro superaram o montante recebido em novembro de 2018. O único mês de 2019 que o valor recebido foi inferior em 2018 é julho.


Entendo que ainda não recebi o valor todo de dezembro, mas provisionei os dividendos que serão pagos neste mês para conferir se conseguirei superar o recorde do valor recibo em outubro (R$ 161,84). Ambev e Tupy costumam pagar em dezembro mas ainda não anunciaram nada. Braskem também anunciou o pagamento de proventos mas ainda não definiu a data do pagamento. Enfim, espero que consiga em breve superar essa marca no gráfico de proventos mensais.

Para esse mês era isso que queria compartilhar com vocês.

Abraços efusivos, bons investimentos e até o próximo mês!

* Em virtude das minhas férias a atualização referente o mês de dezembro será feita no dia 6 ou 7 de janeiro. Desde já agradecido pela compreensão.


quinta-feira, 31 de outubro de 2019

88ª Compra - BRKM5

Investimento do mês: Braskem PNA

Adquiri 6 unidades a R$ 31,73 o exemplar.

Proventos recebidos em outubro (novo recorde):


Composição da carteira:


Desempenho:


Pizza:


Evolução patrimonial:


Histórico de proventos recebidos (mensal):


Histórico de proventos recebidos e a receber (anual):


Bom dia, boa tarde, boa noite, estimados amigos! Cá estamos para mais uma atualização deste humilde projeto amador de investimentos.

E que alegria que foi o mês de outubro: o Bradesco agraciou seus acionistas com um dividendo gordo (R$ 0,95 por ação ON) e bati o recorde de proventos recebidos em um mês. O desempenho ficou ligeiramente negativo (-0,37%), mas este percalço não tirou o brilho desta conquista.

É tão agradável acompanhar o desempenho do gráfico mensal dos proventos recebidos. Estes recordes motivam e engordam os aportes. Recomendo para quem estiver começando a formar uma carteira previdenciária focar mais neste tipo de gráfico e menos no gráfico da evolução patrimonial ou na cotação da ação.

No tocante a compra do mês, optei por Braskem pelo viés de fechamento de capital. Se a OPA não se concretizar, penso que o retorno de dividendos é atrativo. Todavia, vou considerar novos aportes só com a cotação abaixo dos R$ 30.

Coloquei Braskem na carteira e pretendo aumentar a diversificação. Estou cogitando o setor de celulose mas ainda não formei a opinião entre Klabin e Suzano. A Klabin me parece mais interessante pois ela agrega mais valor com o processamento da celulose em cartões, papéis e papelão ondulado. Já a Suzano, é mais focada na exportação da celulose bruta e depende muito do preço da commoditie, está bem alavancada e há pouco divulgou balanço com prejuízo.

Qual das duas vocês preferem? Suzano só tem ação ordinária. Mas e quem prefere a Klabin, qual a classe de ação escolhe? ON ou PN? Levanto o questionamento pois vi que tem tag along para as duas mas a PN está mais barata.

Abraços efusivos, bons investimentos e até o próximo mês!